Você é discípulo de Cristo, ou adepto religioso? Faça uma auto-avaliação!

Agenda-clip-board-pencilUse a tabela abaixo para avaliar se sua conduta na igreja tem sido mais a de um simples membro de um clube religioso, ou se tem mais a ver com um verdadeiro discípulo de Cristo, segundo o padrão do Novo Testamento:
Adepto religioso Discípulo de  Cristo
  • Pouca abertura; relacionamento reservado; a maioria das amizades são superficiais.
  • Transparência; confissão de pecados; “entranháveis afetos e compaixões”; laços estreitos de amizade fraternal.
  • Cordialidade social; só tem contato com a maioria dos irmãos no culto, uma vez por semana.
  • Genuína preocupação pelos irmãos; ajuda como pode a quem necessita.
  • Palavras de amor.
  • Atos de amor, muitas vezes sem palavras.
  • Tende sempre a colocar-se sempre em primeiro plano.
  • Tende sempre a dar preferência aos demais.
  • É melindroso. Em geral se ofende quando repreendido; procura justificar-se.
  • É “casca grossa”, não se ofende com facilidade. Em geral aceita repreensões; procura corrigir-se.
  • Se é “crente velho”, tende a apoiar-se em  artefatos de santidade aparente; considera-se superior aos mais novos.
  • Quanto mais tempo tem de evangelho, mais consciente fica de suas limitações e de sua dependência de  Deus.
  • Busca um Deus que funcione para ele; vive participando de campanhas diversas, pedindo coisas para si mesmo.
  • Busca funcionar para Deus; sempre pergunta a si mesmo: “Que mais posso fazer para servir a Deus?”
  • Comodismo diante do “status quo”; está conformado com um evangelho medíocre, e nem se dá conta disso.
  • Santa insatisfação com o “status quo”; sente-se indignado com a passividade da Igreja nos dias de hoje.

Se o seu perfil está mais para a coluna esquerda do que a direita, não se sinta mal, pois a grande maioria das igrejas, pela forma como estão estruturadas e pelo seu próprio modo de funcionamento, produzem exatamente isso: adeptos religiosos, distantes do padrão da igreja do Novo Testamento. Mas há esperança! Deus é o maior interessado em que todos nós sejamos o que Ele sempre desejou: sua imagem e semelhança, expressando o Filho de Deus, tanto de forma individual quanto coletivamente na igreja. Para saber como atingir esse objetivo, um bom começo é seguir as lições dos nossos cursos de discipulado (clique em “Cursos” no menu principal deste website, no alto da página).

Uma resposta

Deixe uma resposta para Frank Raick Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s