Mentira #14: Devemos nos focar em vencer o pecado

Nota: Trechos do livro “52 Lies Heard in Church Every Sunday”, de Steve MacVey, entre aspas. Eventualmente acrescento algo meu.

=================================================

“A julgar pelo conteúdo dos sermões, livros e estudos bíblicos mais populares nos dias de hoje, poderíamos chegar à conclusão de que o assunto mais importante para os cristãos é vencer o pecado. A vitória contra o pecado tem consumido os pensamentos e a energia de muitos cristãos sinceros, os quais se esforçam continuamente para evitar as coisas más e substitui-las por atos que glorifiquem a Deus.”

“Tal motivação é certamente pura, mas o foco e o objetivo estão completamente equivocados. As Escrituras não nos ensinam a dirigir nossa atenção sobre o pecado e a colocar nossa energia para combatê-lo. Na verdade, fazer isso não apenas é ineficaz, como também ESTIMULA um estilo de vida errado. Tentar vencer o pecado colocando nossa atenção no mesmo só vai produzir o efeito contrário ao desejado para nossas vidas. Se nos fixarmos no que fazemos de errado e tentarmos imaginar o que devemos fazer para vencer o mau comportamento, invariavelmente vamos terminar com algum plano que envolve NOSSA determinação e força de vontade próprias. Quando isso acontece, não importa quão sinceros sejamos, estamos simplesmente GARANTINDO o fracasso, porque estaremos contradizendo a Bíblia. Deus não trabalha com o NOSSO método. Se insistirmos nisso, Ele simplesmente nos deixará falhar, até que cheguemos ao ponto no qual desistamos do esforço próprio e nos tornemos dispostos a aprender e aceitar a Sua resposta com relação às nossas ações pecaminosas. Qualquer abordagem que tomarmos para vencer nossos próprios pecados através da auto-disciplina é legalista, porque nos leva a crer que existe algo que NÓS possamos fazer para derrotar o pecado. A verdade é que Jesus Cristo já venceu o pecado. Quando tentamos fazer algo que Ele já fez, estamos negando a suficiência da Sua graça e colocando fé em nossa própria força. Todo método legalista está fadado ao fracasso. Paulo ensina em Rm 7.5 que “as paixões pecaminosas FORAM POSTAS EM REALCE pela lei”. Ele advertiu a igreja de Corinto que “o poder do pecado está na lei” (1Co 15.56). Portanto, tentar vencer o pecado por determinação religiosa própria é o mesmo que tentar apagar fogo usando gasolina. A única maneira de obter vitória sobre o pecado é descansar na vitória que já é nossa por causa da obra definitiva de Jesus. Ele venceu o pecado de uma vez por todas. A transformação do nosso estilo de vida vem quando simplesmente cremos naquela realidade e deixamos de tentar fazer algo que Ele já fez. Quando fazemos isso, o pecado simplesmente perde o poder e é deixado de lado, totalmente impotente. Preste muita atenção no que diz sua Bíblia em Hb 10.1-3: esse trecho afirma que aqueles que são purificados de maneira definitiva JÁ NÃO  TÊM CONSCIÊNCIA DO PECADO, isto é, já não necessitam colocar sua atenção, esforço e energias em algo que já foi completamente aniquilado pelo sangue do Cordeiro, de uma vez por todas. Rm 6.6 afirma que o nosso velho homem foi crucificado (morto) com Cristo, para que o corpo do pecado fosse tornado impotente, e assim não precisemos mais viver escravizados pelo pecado, porque “quem morreu já está justificado do pecado”. O trabalho dos sacerdotes do AT de oferecer sacrifícios não terminava nunca, mas quando o nosso Sumo Sacerdote se entregou na cruz, Ele exclamou: ‘Está CONSUMADO!’. Depois disso Ele subiu aos céus e se assentou à direita do Pai, não porque estivesse cansado, mas simplesmente porque JÁ NÃO HAVIA NADA MAIS A FAZER com relação ao pecado.”

“A mentira de que nós devemos nos esforçar em vencer o pecado é muito perigosa porque nos faz desviar os olhos de Cristo para colocá-los nos nossos pecados e em uma suposta capacidade que pensamos ter de resolver essa questão por esforço próprio. Se lhe parece que ao dizer isso estou minimizando o poder do pecado, peço-lhe que considere o seguinte: não sou eu que estou minimizando o pecado, mas sim aqueles que ensinam que devemos focar em vencê-lo. Esse ensino sugere que o pecado é algo tão pequeno que pode ser vencido através da auto-disciplina religiosa. Apenas uma Pessoa poderia vencer o pecado por nós, e Ele já o fez, de modo perfeito e completo.”

Por isso foi que Paulo sempre chamava a atenção das igrejas para colocar toda sua atenção somente em Jesus. Aos colossenses ele escreveu: “pensem nas coisas lá do alto, e não nas que são da terra” (Cl 3.2). Aos romanos ele advertiu: “o pensamento da carne resulta em morte, mas o do espírito em vida e paz” (Rm 8.6). E aos filipenses ele ensinou a “prosseguir para o alvo, para o prêmio do soberano chamado de Deus EM CRISTO JESUS” (Fp3.14). Com isso concorda o autor de Hebreus, aos nos advertir a, em nossa luta contra o pecado, “olhar firmemente PARA JESUS, Autor e Consumador da nossa fé.” (Hb 12.2).

Portanto, você não precisa andar pisando em ovos, preocupado com o risco de pisar no campo minado da tentação e ser destruído pelo pecado. Ao contrário, você pode correr despreocupado pelos campos da graça, sabendo que o seu Pai já varreu o campo e retirou todo explosivo perigoso. Se você cair, Ele o levantará, sacudirá a poeira e lhe colocará de volta no Caminho. Tendo certeza desse fato, você nunca mais precisará colocar o foco no pecado. Simplesmente foque em Jesus, e ao fazê-lo você ficará surpreso como as inclinações pecaminosas e as tentações perderão o poder sobre sua mente e sobre seu corpo.”

O que você acha? Contribua com um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s