Mentira #7: Quando enfraquecemos ou nos desviamos, precisamos rededicar nossa vida a Cristo

Nota: Trechos entre aspas são do livro “52 Lies Heard in Church Every Sunday”, de Steve McVey. Eventualmente acrescento algo ou edito o texto original.

=============================================================

“Durante meus anos de ensino legalista na igreja, frequentemente desafiava os irmãos a se rededicarem a Cristo. Eu sinceramente pensava que tudo o que precisávamos era nos esforçarmos mais, ser mais dedicados a viver com Jesus. Eu mesmo me redediquei várias vezes. Mas a verdadeira necessidade em nossa caminhada com Deus não está em prometer a Ele que, desta vez, vamos levar a coisa mais a sério, com mais esforço da nossa parte.”

“O problema em rededicarmo-nos a Cristo está no ego. Rededicar-se é apenas mais uma manifestação da auto-suficiência da carne. A essência da religiosidade carnal, por estranho que pareça, está em TENTARMOS viver a vida cristã. Na verdade, quanto mais duro tentarmos, maior a probabilidade de fracasso, porque a vitória na vida cristão não está em tentar, mas em CONFIAR.”

Jesus é o caminho da vitória. E o que é que Ele disse sobre como devemos segui-lo? ‘Se alguém quer me seguir, negue-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me.” (Mt 16.24). Isso não tem nada a ver com dedicar nosso ser a Ele, mas sim em negar o nosso ego.” Não tem a ver com melhorar nossa vida com maior esforço próprio, mas sim com crucificar a carne. “Essa é a única cura contra uma vida espiritual instável, cheia de altos e baixos.”

“A ilustração que Jesus fez da videira e do ramo (Jo 15.5) é perfeita para ensinar sobre nossa capacidade de vivar a vida cristã. O ramo, assim como nós, não é capaz de produzir nada, por mais esforço que faça. O ramo, assim como nós, é apenas PORTADOR do fruto. Nós podemos, sim, portar a característica, o DNA da vida de Cristo tão somente permanecendo na dependência dEle, permitindo que Ele opere em nós, pela fé.”

“Nosso Pai deseja que aprendamos que a vida cristã não é difícil, mas sim IMPOSSÍVEL para nós. Você jamais poderá viver uma vida que honre ao Senhor   rededicando-SE a Ele, prometendo-lhe que vai SE esforçar mais. Em vez disso, devemos chegar, cansados, ao fim da trilha e dizer: “Senhor, eu vou parar de tentar, e simplesmente confiar em Ti. Tu és a minha vida. Agora, viva sua vida em mim.”

“Então não há lugar para uma participação ativa da nossa parte em viver a vida cristã? É claro que sim! Mas é vitalmente importante que nossa vontade e força sejam exercidas em total dependência no poder de Deus em nós. A relação entre essas coisas está claramente expressa nessa passagem: ‘Portanto, meus amados… trabalhem a vossa salvação com temor e tremor’ (Fp 2.12). Isso soa como muito esforço da nossa parte, não? Sim, mas o versículo seguinte revela o segredo para que isso seja possível, a força interior que sustenta o esforço exterior: ‘Porque Deus é que opera em vós, tanto o desejar como o trabalhar para agradá-Lo'(Fp 2.13).”

“Portanto, quando sentirmos que estamos fracos em nosso compromisso com Cristo, a resposta correta é confiar na sua graça e saber que Ele sempre esteve comprometido conosco. Aquele que começou a boa obra em você com certeza completará o que Ele iniciou. A chave é a fé. Isso é tudo o que Ele requer de nós.”

O que você acha? Contribua com um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s